As dúvidas e angustias de uma mãe de primeira viagem quando descobre que o seu tesouro é especial...

quinta-feira, 7 de novembro de 2013

Adivinham?

Para hoje, um pequeno quiz-show!
Adivinhem lá!!!
- Quem é que se portou muito bem na consulta de neuropediatria?
- Quem é que já pronuncia as palavras correctamente?
- Quem é que entende tudinho o que se lhe diz?
- Quem é que já vai fazendo recadinhos?
- Quem é que se portou como um homem grande quando a mãe lhe cortou o cabelo na semana passada?
- Quem é que pede beijinhos?
- Quem é que já começou com as aulas de piano e tem feito sucesso?
- Quem é que tem cada vez mais vocabulário em Inglês?
- Quem é que tem uma mãe e um pai babados?

Ah pois é, bebé!
 Last but not least:
- Quem é que tem as análises genéticas perfeitas e livre de complicações?



9 comentários:

  1. Que bom! Tantas alegrias juntas? Beijinho ao trio ;) Zé

    ResponderEliminar
  2. Parabéns ao príncipe.... é tão bom essas evoluções....
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Yeahhh!!! Muito bom, assim não há crise que nos amolente.

    ResponderEliminar
  4. Uau!!!!! Mas que grandes novidades!!!!!!!!!!! Estou mto feliz por vocês :) Beijocas

    ResponderEliminar
  5. Yeesss!!!! Merece uma comemoração em grande!
    Beijo grande, amiga. Fico tão feliz.
    Alice

    ResponderEliminar
  6. Que bom daniela. Que conquistas boas. Continua com espirito positivo e verás que ajuda muito mais.

    Bjinhos

    Rita

    ResponderEliminar
  7. Grandes resultados! parabéns ao super herói :) e aos pais babados. beijinhos

    ResponderEliminar
  8. Que noticias fantásticas :-)

    Bjinhos Grandes

    ResponderEliminar

Tenho que falar... senão dou em doida!

Todos dizem que está tudo bem mas o meu mundo desaba num segundo... Decidi escrever um blog (porque não?), onde vou desabafando e limpando a alma.

Quantos pais não estarão na mesma situação? Ter um filho diferente e não ter certeza de nada? Receio do futuro? E quanta ansiedade muitas vezes não significa NADA? Ou seja, passar 5 ou 6 anos com o coração nas mãos e depois está tudo bem, era só "uma questão de ritmo"? No meu caso, ainda continuo com a malvada incerteza, mas quem sabe...

E porque não desabafar aqui também? Terapia gratuita...
comentários, agradecem-se!